Finicast A Vida Imita a Arte: Curtindo a Vida Adoidado – Gugacast – S04E38

Neste episódio:

E a gente ia perder um dia maravilhoso desses de sol enfurnado naquela escola?
Hoje a gente combinou com o Evandro Freitas e o Izzy Nobre, do 99 Vidas, de cabular aula e ir ler histórias dos ouvintes.
 
Tem criança aprontando, tem gente peregrinando e claro que tem carros.
 
Jogo: Detector de Mentiras
 
Estude na Alura com 10% de desconto:
 
Este episódio é uma co-criação da Fini e faz parte do Finicast, uma iniciativa da Fini para trazer episódios good vibes em vários podcasts diferentes.

Seja um assinante

Se você gosta demais do Gugacast, pode se tornar um assinante! Tenha acesso a minigugacasts exclusivos todos os dias e faça parte da bolha.

Assinar o GugacastAssinar o Gugacast

Sobre o Gugacast

No Gugacast contamos histórias épicas da vida das pessoas. O programa é apresentado por Guga Mafra, com seu irmão, Rafael Mafra, e o editor e produtor do programa Caio Corraini.

Segue a gente por aí:

Guga Mafra

Rafael Mafra

Caio Corraini

Mande sua História

Só preencher o formulário e mandar sua história, sugestão ou pedido de conselho.
Sua história está em boas mãos!


Mencionar os nomes na história?

Ficha técnica:

Apresentação: Guga Mafra
Edição: Caio Corraini (maremo.to)
Roteiro: Rafael Mafra
Produção: Guga Mafra
Assistente de Produção: Roberto Oksman de Aragão

Junte-se à discussão Um Comentário

  • Leandro Gomes disse:

    Olá, Gugacasters!

    Não sei se a história do Gomes de Ação é verdade ou não mas essa corrida aconteceu mesmo.

    Eu também estive lá mas fui na corrida, enquanto nosso querido Gomes de Ação deve ter ido num treino (dia útil, fugindo da escola).
    Foi uma etapa da categoria BPR Gran Turismo.

    Minha mãe trabalhava numa empresa que prestou serviço no autódromo naquele dia e conseguiu pra mim uma credencial.

    Eu estava prestes a completar 16 anos e era bastante grande, então ninguém desconfiou daquele adolescente deslumbrado e feliz, ao lado de tantos carros de sonho (ou a segurança era mesmo uma bosta e ninguém se importou em conferir a credencial).

    Passei a corrida em frente ao box da equipe do Nelson Piquet, colado no muro que divide os boxes e a reta.
    Tô arrepiando só de lembrar da sensação e do barulho das máquinas na largada.

    Vou olhar umas fotos antigas e ver se alguma (das 5 que eu tirei) sobreviveu às milhares de mudanças de endereço que eu sofri durante a vida.
    Se encontrar eu posto aqui. Antigamente não era fácil, rapaz.
    Tirar (e revelar) fotos não era tão simples como hoje.

    P.S. O Evandro é fera.
    Conheci o cara no outro podcast dele, o “Mosqueteiros”. Não perco um, chefe.

    Um Abraço!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.